sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Livro Avenida Murkinesse 666



Nome: Avenida Murkinesse 666
Autor: Vários Autores; Organização por Rô Mierling
Editora: Illuminare 
Ano/Páginas: 2017/117
Sinopse: Skoob
Nota: 😻😻😻

Olá pessoas da internet, tudo bem com vocês? Acho que faz mais de mês que não trago resenha literária né?! O grande dia chegou! O livro de hoje não está nos desafios literários, ele é do booktour realizado pela Lorena Caribé (Meu Blog Diário) através do grupo Clube de Cartas para Blogs, inclusive tem post falando sobre ele e mostrando meu primeiro recebido. Muito amor! Quero agradecer a Lorena por disponibilizar um dos exemplares pro projeto, parabenizar pela publicação do seu conto (ela é uma das autoras) e pela paciência, afinal fiquem muito tempo com o livro, bem mais do que o máximo das regras. Vocês sabem que me mudei, por causa da mudança fiquei sem dinheiro, ou seja, não poderia gastar com correio e tals. Mas agora tá tudo resolvido! 





Esse livro de contos é o trabalho de conclusão de um curso de escrita criativa, em que os participantes tiveram o desafio de criar, cada um uma estória contendo algumas particularidades e todos pertencendo a um enredo em que as estórias se cruzam. Cada conto é sobre um morador do prédio de número (muito sugestivo) 666 que fica na Avenida Murkinesse. Na década de 60, ocorreu a maior carnificina da cidade: no meio da noite, todas as crianças do prédio foram arrastadas pra rua e assassinadas. Desde então o prédio ficou abandonado, até a virada do nosso século. Nos anos 2000, o governo abriu suas portas pra quem tivesse coragem de morar ali, e de graça! A partir disso algumas pessoas se mudaram e viram o quão estranho é aquele lugar. 





O enredo principal é esse, cada autor deu sua cara ao morador escolhido e temos 20 contos bem diferentes uns dos outros, alguns como o da própria Lorena, são mais levem e puxam para o suspense, outros mexem com nossos piores pesadelos, como o meu conto preferido, o Agonia de Tito Prates. Um homem de 58 anos, que morre sozinho por várias doenças. Leiam o trecho abaixo:

"... O terror fictício de monstros, fantasmas, vampiros e outras criaturas sinistras é impossível, criado pela imaginação humana como uma distração macabra. O terror real é diferente. É a doença, a dor, o medo do fim."






Além dos próprios contos, gostei muito do livro em si. Fotos muitos bem escolhidas, páginas pretas e na primeira página de cada conto tem uma ilustração. Pra mim isso demonstra o cuidado dos editores com a obra e enriqueceu muito a estória. Perdi muitos minutos em cada ilustração pensando nos moradores e seus fantasmas. Por isso o post está recheado de fotos! De leitura fluida e rápida, levei pouco tempo pra terminá-lo, mesmo sendo de vários autores. Em sua maioria não são estórias arrepiantes... acredito que estão num nível médio de terror hauahuah 

Fiquei um pouco enferrujada pra escrever resenhas. Com o tempo melhorarei ahahah Gostei bastante do livro e se querem ler a resenha da Rudynalva, ela tem o post sobre. Espero que tenham gostado e até a próxima o/  



Acompanhe as redes sociais do blog:

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Projeto 30 Dias 26: Algo que gosta - Maquiagem

Olá pessoas da internet, tudo bem com vocês? Dando continuidade ao Desafio 30 Dias, o tema de hoje é Algo que Gosta, tinha pensado primeiramente em falar sobre artigos de papelaria. Amo entrar em papelarias e namorar as maravilhas que se encontram nessas lojas. Adoro papeis, post-its, cadernos, agendas, lápis e canetas em geral, até aqueles produtos pra empresas sabe?! Poderia morar numa papelaria. Só que quando abri o blogger pra escrever, me veio outro tema, maquiagem. Eu adoro maquiagens, mesmo os usando só pra eventos. Então é disso que vou falar hoje!

Acho que toda menina teve aquela fase que não saía de casa sem batom, a minha foi quando criança, tipo uns 5 anos e assim que passou só voltei a usar no final da adolescência. Nem pra balada me maquiava, acreditam? Tudo bem que era um lugar propício a livre escolha de look. Tu podia ir de calça, tênis e regata que ninguém ia te olhar estranho. O que fazia era aquele delineado da Amy Winehouse e eu nem sabia que ela existia! Só a poucos anos comecei a usar base... isso graças ao youtube. Foi ele que me fez perceber o quanto maquiagem é legal.

Comecei a trocar a tv pelo youtube e um dos meus nichos preferidos é os Tutoriais de Maquiagem. Eu e milhares de pessoas somos PhDs em tutoriais de maquiagem hauhauah Me descobri como maquiadora amadora e gosto muito de brincar. Uma pena ser blogueira pobre, fico com medo de praticar e gastar meus produtinhos. Vocês sabem como é! Não é a toa que trago resenha de batom, é meu item favorito, logo depois vem as sombras! Que também aprendi a amar devido aos canais de maquiagem, se não fossem eles, ainda estaria só no delineado. 

Faz alguns meses que comecei um desafio semanal através do grupo Maquiagens Góticas, em que cada semana é proposto um tema diferente e quem quiser participar é só enviar a foto da sua make que eles postam no perfil oficial do grupo no instagram, o @maquiagensgoticas. Abaixo segue 5 makes que fiz pelo desafio. Ainda estou engatinhando nas makes, mas fiquei bem feliz com os resultados.



Essa de cima era pra ser uma vampira... sei lá huhauahu Me contem nos comentários de vocês também gostam de se maquiar e se ficam horas no youtube vendo tutoriais de maquiagem. Um dia chego na metade da habilidade daquelas moças! Até a próxima o/

Acompanhe as redes sociais do blog:

  

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Esmalte Risqué Gato Mia, Miau


Olá pessoas da internet, tudo bem com vocês? Espero que sim! Antes de mais nada quero pedir desculpas pelo meu sumiço. Fiquei uns dias sem internet e usei o mínimo possível do 3g do celular. Sem contar que estou usando o celular antigo do Alexandre, então não reparem na qualidade das fotos. Estamos ainda sem lâmpadas o suficiente em casa para usar luz artificial nas fotos, então por enquanto serão todas a luz do dia. O que limita um pouco! Mas enfim, estou de volta, mais uma vez e hoje trouxe resenha de esmalte. 

O esmalte de hoje é o Gato Mia, Miau da Risqué pra coleção Eu Era Feliz e Sabia! Mais um daqueles nomes que não dizem nada sobre a cor. Não conheço nenhum gato prata ou grafite hauhauahua Seria lindo né?! Mas enfim,  no começo do mês publiquei Comparação dele com outro esmalte desse tipo, o link ficará no final do post. Comprei essa cor por volta de uns R$ 4,00 reais, peço médio da marca. Vocês verão abaixo na foto das camadas que utilizei duas pra ter um acabamento perfeito e sua secagem foi rápida. O aplicador veio com algum problema, estava descabelado e muito grosso. Não sei o que pode ter acontecido, algum erro na fabricação ou azar meu. Quem sabe um pouco dos dois... Isso me rendeu um pouco mais de atenção na aplicação pois ficou bem ruim de passar o esmalte.





Lindo né?! Quando fiz a resenha dele, estávamos ainda em agosto, recém tinha me mudado e não tava dando muita bola pro blog (as próximas resenhas também estarão com poucas fotos) e por isso fotografei apenas um dia, mas mesmo assim não deixei de fazer as resenhas, prova que não pensei em desistir daqui. Por isso, fotografei apenas no último dia de uso dessa cor. Na foto abaixo, podem ver que ele quase não descascou e olha que fiz muita coisa nessa semana. Passei meu aniversário com ele e fiz muita comida, valei panos da mudança... uma canseira! E ele firme e forte! Me surpreendi com a qualidade desde esmalte!



Esmalte de qualidade assim, que dura 6 dias lascado apenas nas pontinhas das unhas? É difícil por R$ 4,00 né?! Quero que me digam nos comentários se já usaram essa cor ou alguma das cores dessa coleção. Mês que vem (outubro) compraremos lâmpadas para as fotos e vídeos (meu marido tem um canal no youtube tbm) e volto a fazer resenhas mais jornalísticas cheias de fotos. Sobre o celular, acho que mês que vem também vejo de arrumar ou comprar um novo. Espero que tenham gostado e não deixem de olhar a Comparação que fiz com o Meia-Noite da ColorTrend. Até a próxima o/




Acompanhe as redes sociais do blog: